30 mar 2009

Chupeta da Bateria, Como Fazer

25 Comments



A alguns dias atrás eu ou minha mulher, um de nós dois acabou deixando o som do carro ligado, como ficamos 2 dias sem ligar o carro e a música correndo solta a bateria acabou indo pro “beleleu”, sim foi preciso fazer a famosa chupeta.

chupeta

Vi que é preciso tomar alguns cuidados com a chupeta existe cabos e cabos para vender no comercio, infelizmente os mais baratos não funcionam, foi o que aconteceu comigo no mesmo dia, era um cabo de menos de R$10 fino como um fio, não existia possibilidade de como passar a carga para simplesmente, ligar o carro, foi preciso ligar para um amigo e pedir o cabo emprestado.

Fiquei pensando no acontecido e agora te pergunto, você sabe fazer uma chupeta? Sabe se faz mal para o veiculo?

Vamos responder primeiro a segunda pergunta que é mais curta, simplesmente não, fazer chupeta não estraga o veiculo bem diferente do que fazer o carro pegar no tranco o que pode “trancar mesmo” o seu veiculo.

Como disse antes, a primeira coisa para uma chupeta é a utilização de cabos adequados, que passem energia o suficiente, procure em estabelecimentos especializados em carros, ou em auto-elétrica, não pensa de forma alguma em utilizar fios domésticos, os mesmos aquecem tanto que derretem podendo ocasionar um acidente grave.

Os cabos normalmente vêm em duas cores e você pode encontrar também com o zelador do seu prédio ou na portaria de edifícios, sempre tem em caso de algum inquilino ficar sem bateria.



Com o cabo na mão é preciso ter outra bateria, posso ser a de um veiculo mesmo, de preferência com a mesma amperagem, caso não tenha a mesma amperagem a bateria auxiliar que vai transferir a carga deve ter maior amperagem do que a bateria que irá receber a carga.

Mantenha o veiculo que irá transferir a carga com o motor ligado, ache o pólo positivo e negativo, o pólo positivo quase sempre está coberto por uma capinha.

Utilize o cabo de cor vermelho para ligar os 2 pólos positivos, a cor vermelha é um padrão e é preciso ligar primeiros os pólos positivos, é preciso tomar cuidado para que o cabo não encoste em nada, principalmente para não encostar no pólo negativo da bateria.

Em seguida liga os pólos negativos, sempre utilize vermelho para pólo positivo e preto para o pólo negativo, assim você nunca irá se confundir e causar um acidente invertendo os pólos.

Após os pólos estarem ligados tente ligar o carro com a bateria descarregada, se não conseguir em 5 tentativas desista e chame um mecânico para não causar maiores dados ao seu veiculo.

Claro que após a bateria voltar a funcionar é preciso dar umas voltas com o carro, preferencialmente de faróis desligados e sem nada que posso fazer com que o carro consuma muita bateria, também é aconselhável que veja qual foi o motivo da descarga da bateria.



Notícias relacionadas:

  • Sem notícias relacionadas
[top]
25 Responses to Chupeta da Bateria, Como Fazer
  1. O que acontece quando o cabo da chupeta negativo e relado rapidamente no polo positivo ,já quando o cabo da chupeta esta conectado no positivo.

    • Um curto que pode vir a queimar componentes do carro ou danificar partes do carro… em alguns casos o carro pode absorver o curto e nao ocorrer nada

  2. QUE bom essa matéria amigos, valeu mesmo. Meus parabéns

  3. O meu carro Celta 2011 não aguenta 2 dias seguidos sem rodar que a bateria descarrega por completo. O que pode estar ocasionando essa descarga da bateria tão rápido. Já vi pessoas dizem que deixam o carro uma semana sem rodar e o carro pega de primeira. Me dá uma dica por favor.

    • roubo de carga de algum componente eletrico do carro no geral é um radio ou acendedor, porem em raros casos pode ser por alguma fio gerando curto em especial apos uma batida ou reforma do veiculo. ja vi sistema de alarmes que rouba a carga e descarregam a bateria apos a chupeta evite deixar o carro com o alarme ligado por 1 ou do 2 dias.

  4. Apos o carro estar ligado ele naum consome mais bateria, a bateria serve apenas para o carro desligado e ingnição, ou seja o resto é trabalho do alternador, que tambem carrega a bateria, pra recarregar a bateria, a menos q seu carro esteja com problemas no alternador, vc pode deixar farois e todo o resto ligado, mas sempre apos a ingniçao

  5. O uso da chupeta como medida de emergência não prejudica os veículos com injeção. Na prática, existem relatos de sobrecarga se os dois veículos estiverem com os motores funcionando ao mesmo tempo. Mas o uso de cabos auxiliares com o veículo "doador" desligado é aconselhável.

    Abaixo um procedimento para o uso da "chupeta", publicado pela própria NGK — que também produz baterias — em um de seus folhetos técnicos.

    IMPORTANTE

    Certifique-se de que:

    1) a bateria auxiliar esteja carregada;

    2) os veículos não se toquem e as ignições estejam desligadas.

    CONEXÃO

    1) conecte o cabo auxiliar positivo ao terminal do polo positivo da bateria descarregada;

    2) conecte a outra extremidade do mesmo cabo ao polo positivo da bateria auxiliar — positivo com positivo;

    3) conecte o cabo auxiliar negativo ao polo negativo da bateria auxiliar;

    4) faça a conexão final no bloco do motor do veiculo que está com a bateria descarregada — negativo com bloco do motor. Esta conexão deve ser feita em um ponto não muito próximo da bateria;

    5) afaste-se;

    6) acione a partida do veiculo com a bateria descarregada. Após o funcionamento do motor, remova os cabos na seqüência inversa à de conexão, isto é, desconecte primeiro o cabo auxiliar negativo, e depois o positivo.

    Fonte: http://www2.uol.com.br/bestcars/ct/chupeta.htm

    Dica pessoal, para não errar na ordem de colocar e tirar os cabos: O cabo que FICA SOZINHO é sempre o vermelho (positivo) ;)

    • bem lembrado caso os veiculos se toquem ambos os carros podem ter dados em seus componentes internos pois o contato entre eles esta gerando uma terceira conexao negativa

  6. Muito útil o tutorial. Porém, faço algumas ressalvas, pelo que aprendi com um mecânico experiente:

    1) É recomendável que o carro da bateria "doadora" esteja desligado;

    2) Cuidado: os carros não devem se tocar;

    2) Como dito no comentário anterior, o polo negativo deve ser ligado em um ponto aterrado do carro e não diretamente na bateria descarregada;

    3) A ordem de retirada dos cabos, por questão de segurança, é primeiro os polos negativos, depois os positivos.

  7. O cabo preto não deve ser ligado diretamente no negativo da bateria arriada! Ligue em um ponto de massa bem aterrado, como um parafuso do bloco do motor ou da suspensão!

  8. Aconteceu tres dias atraz : rádio ligado, carro parado na garagem a noite toda, resultado : pifou a bateria. Fiz chupeta com o carro do irmão ao lado e pegou na hora. Com todo o cuidado. Porem, dois dias depois o carro do meu irmão teve a bateria pifada. Será que foi culpa minha? Quanto fiz a chgupeta no meu, eu não liguei o motor do carro do meu irmão. Será que foi isso? No mecânico, acusou-se um curto circuito no regulador de voltagem (ou peça eletrônica do sistema). Foi coincidência?

    Agradeço a quem me ajudar .

    • Caso a chupeta tenha sido feita sem ambos os carros ligados sim foi sua culpa e parte dele, caso tenha ocorrido com os carros ligados a bateria dele poderia estar velha ou ja com pouca carga, apos uma chupeta é bom manter os carros usados sempre com o minimo de componentes ligados não é normal mais carros que tenham mais consumo de corrente eletrica podem descarregar a bateria do auxiliar e deixar os dois na mão para evitar isso sempre desligue tudo (em especial ar condicionado, ar quente e ventilador dos carros em uso e nao esqueça dos radios e luzes.)

  9. E se inverter os cabos? Quais os danos no Veiculo?

  10. assim que o carro der a partida podesse fazer a retirada do cabo de chupeta sem nenhum problema de ordem!

  11. para carregar a bateria morta,nao e'necessario ficar dando voltinhas com o carro.basta deixa-lo funcionando e observar se a luz da bateria (no painel)nao esta acesa.caso a mesma esteja acesa procure um eletricista,pois seu carro nao esta carregando a bateria

  12. a dica acima é muito leiga, poderia postar dados mais especificos sobre o funcionamento do veiculo, tipo amperagem, motor de arranque,,,,

  13. Certo, ligou o carro, e tem ordem para retirar os cabos com o carro ligado? Qual retirar primeiro: o vermelho(positivo) ou o preto(negativo)?

  14. Muitu bom o tutorial , explico bem o padrão é esse mesmo , vermelho = positivo , preto = negativo ! caso fique com problemas ao ter que dar partida , leve em uma auto elétrica e de uma carga lá , isso pode ajudar a evitar gastos ao ter que dar tranco entre outras alternativas usadas , sendo assim não prejudicando alguns componetes do seu carro como o motor de partida .

  15. Muito boa sua matéria….

    Tive esse probleminha, utilizei o farol para iluminar e ja sabe a bateria acabou tentei dar tranco mas não pegou… Pedi para um vizinho emprestado e ele fez nossa na hora o bichinho ficou bom…

    Comprei o cabo pois acho que é um item indispensavel para quem tem carro, mas não sabia como utilizar e com suas dicas ficou facil…

    Obrigado e Parabéns

  16. O nome da chupeta é "Partida Auxiliar"

  17. Nossa, achei muito boa as dicas dadas a respeito de como fazer a famosa "chupeta", afinal, apesar de ser um termo muito conhecido ainda existem muitas pessoas que não sabem como proceder no momento em que a bateria do carro descarrega, ou pelo menos não sabem como fazer da forma correta e acabam ocasionando um acidente. Parabéns pela matéria.

    • Pessoal,sobre a "chupeta"acredito seja mais seguro ligar primeiro o cabo negativo das bateriais e logo após ligar os positivos.

      • A carga flui do negativo para o positivo por este motivo se liga primeiro o positivo para evitar que a bateria que esta sendo usada não danifique o veiculo em uso


[top]
Leave a Reply