Cobrança da ciclotaxa em SP é desmentida por Alckmin

Todos conhecem os benefícios de se usar a bicicleta para ir ao trabalho em vez de automóveis, especialmente em relação ao meio ambiente.

O que vemos na prática, porém, é que a maioria das pessoas ignora isso, e ainda prefere enfrentar o pesado trânsito das capitais brasileiras. Especialmente em São Paulo isso é um problema antigo e, segundo informações divulgadas na semana passado, o governador do Estado, Geraldo Alckmin, poderia aprovar uma taxa para todos os motoristas das cidade deixarem o carro em casa.

O objetivo da chamada “ciclotaxa” (que giraria entre 15 e 25 reais por ano) seria incentivar o uso das bicicletas, com a criação conjunta de ciclofaixas na cidade. Mas o governo do estado tratou logo de desmentir a informação, conforme nota oficial divulgada no sábado. Alckmin deixou claro que o novo tributo nem chegou a ser cogitado pelo governo, e que outras medidas serão tomadas para que os moradores da cidade passem a usar mais esse meio de transporte.

Uma coisa é certa: cobrar mais uma taxa dos motoristas talvez não seja a melhor maneira de incentivar algo…

[Fonte: Folha.com]