Fim da novela: IPI reduzido segue até 31 de outubro

A ideia inicial era manter o desconto no IPI até 31 de agosto, o que deveria reaquecer o mercado nacional. Isso não aconteceu como o governo esperava, e daí começaram as especulações.

Mas foi exatamente quando a prorrogação do desconto até o final do ano era dada como certa, que o ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou que ela vai durar apenas até 31 de outubro, dando mais dois meses em relação ao prazo inicial.

Como já citamos aqui no Carros Blog, o benefício vai atender especialmente aqueles que procuram um carro popular, com motor 1.0, já que serão apenas esses que continuarão isentos da taxa.

Além do anúncio oficial da prorrogação do desconto, o ministro Mantega também citou as perdas que o governo terá nesse período. De acordo com ele, a prorrogação por mais dois meses vai fazer com que deixem de ser arrecadados 800 milhões de reais. No período total do desconto no IPI, que será de cinco meses, o montante chega a 2 bilhões de reais. Mesmo assim, espera-se que a medida aqueça de vez as vendas de automóveis por aqui.

Veja abaixo como ficou a cobrança do IPI, que valerá até o dia 31 de outubro de 2012:

Modelos feitos no Brasil, Mercosul ou México:
1.0 – isentos da taxa
1.0 a 2.0 flex – redução de 11% para 5,5%
1.0 a 2.0 gasolina – redução de 13% para 6,5%

Modelos importados:
1.0 – redução de 37% para 30%
1.0 a 2.0 flex – redução de 41% para 35,5%
1.0 a 2.0 gasolina – redução de 43% para 36,5%

[Fonte: Divulgação]