Governo bate o pé e IPI reduzido acaba neste mês

Mesmo com a forte pressão da indústria automotiva, o governo brasileiro anunciou que não vai prorrogar a redução do IPI.

O anúncio foi feito pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, confirmando que o preço mais baixo (especialmente para os modelos 1.0) só vai durar até o dia 31 de agosto desse ano. O combinado entre o governo e as montadoras era reduzir o imposto em troca da garantia de que elas não demitiriam em massa. Questionado sobre o problema entre a GM e seus trabalhadores em São José dos Campos (SP), Mantega afirmou que a montadora não descumpriu o acordo. “O que nos interessa é que a GM tenha saldo positivo e esteja contratando, e isso está sendo cumprido”, afirmou.

Segundo executivos da GM, o saldo de contratações no setor deve chegar a 2.163 até o final desse ano. Até agora, o total é de 1.900 efetivamentos.