Grupo Fiat-Chrysler termina 2011 com desempenho acima do esperado

O Grupo Fiat-Chrysler anunciou que o último ano superou suas expectativas, tanto no crescimento como em seus lucros.

Segundo o grupo, as receitas de 2011 somaram 59,6 bilhões de euros, o que representa um crescimento de 66% em relação a 2010. Vale lembrar que no ano retrasado a soma não incluía a Chrysler. A produção de veículos ultrapassou a marca de 4 milhões de unidades.

Do total de receitas acima, o Fiat Group Automobiles (que inclui a Fiat Automóveis no Brasil) respondeu por 28 bilhões de euros e 2.032.900 de unidades vendidas. Apenas no Brasil, a Fiat alcançou 772.700 veículos vendidos (crescimento de 1,5% sobre 2010), um recorde da empresa. Enquanto isso, a Chrysler registrou 23,6 bilhões de euros e 2 milhões de veículos comercializados.

Fechando o total de receitas entre as marcas do grupo, Ferrari e Maserati atingiram um total de quase 2,9 bilhões de euros. O restante foi alcançado pelo setor de componentes e sistemas de produção. Para esse ano, o Grupo Fiat-Chrysler mantém suas expectativas anteriores, inclusive para a Europa.

[Fonte: Divulgação]