IPI poderá ser cobrado com base em pontuação

A Folha de São Paulo revelou que, em breve, poderemos ter importantes mudanças no modo como o IPI é cobrado das montadoras.

Segundo a matéria, o ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, vai anunciar um novo plano de cobrança “caso a caso” do IPI, avaliando na linha de cada marca vários fatores. O principal, como era de se esperar, será o conteúdo nacional. Quanto maior, mais pontos a montadora ganha e menos imposto ela paga.

Além disso, outros fatores serão analisados, como nível de tecnologia dos veículos, investimento que a marca faz em inovação e pesquisa e o nível de emissão de seus modelos. O governo diz que certos níveis de pontuação darão 100% de desconto do IPI, mas que isso só ocorrerá com o acúmulo de muitos pontos.

Apesar de ainda não terem recebido grandes incentivos do governo, os modelos elétricos também serão vistos com bons olhos nessa nova tabela. O projeto será apresentado na semana que vem às principais montadoras do país e, se for aprovado, deve ser anunciado oficialmente já no início de abril.

[Fonte: Folha de São Paulo]