Mercado chinês pode sofrer baque nos próximos anos?

Nos últimos anos o mundo se acostumou com o assustador crescimento econômico da China. No setor automotivo não foi diferente, ao passo que o país ultrapassou as antigas potências desse mercado e iniciou uma liderança com folga.

Mas até quando isso deve durar? Segundo a revista Fortune, já estamos bem próximos do fim dessa “festa chinesa”. Como prova disso, a publicação cita que o crescimento do setor nesse ano deve ficar em 9,2%, menos da metade do que vimos em 2011.

Além disso, o próprio governo chinês deve diminuir tal crescimento, evitando que marcas estrangeiras se tornem mais fortes que as montadoras locais. Para as empresas que já estavam no país, como Ford e GM, nada deve mudar, mas quem quiser entrar a partir desse ano deverá enfrentar sérias dificuldades.

Um terceiro e último possível problema para a China poderá ser uma crise econômica que, segundo analistas, pode ocorrer dentro de três anos. Se tudo isso realmente virar realidade, poderemos ver a volta dos Estados Unidos ao topo do mercado, ou o surgimento de uma nova potência. Será que o Brasil tem forças para isso?