México diz que não vai renegociar acordo com Brasil

O Brasil ainda tenta rever o acordo automotivo que tem com o México, mas parece que as reuniões realizadas nessa semana não deram nenhum resultado.

Para o ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, isso acontece porque o objetivo dos encontros é resolver questões técnicas, e não resolver de imediato o problema. Durante os encontros, que estão sendo realizados aqui no Brasil, o governo mexicano publicou um texto onde diz não querer mudar nada no atual acordo.

Ele alega que de 2003 a 2010 foi apenas o México que teve prejuízo com a parceria, perdendo cerca de 10 bilhões de dólares, e que agora o Brasil não suportou ter apenas um ano de déficit (que chegou a 1 bilhão de dólares). Se levarmos em conta o acordo total, não apenas o automotivo, as perdas dos mexicanos somam 22 bilhões de dólares.

Ainda não se sabe qual será a saída para o impasse, mas está cada vez mais claro que nenhum dos lados vai ceder. No final, os verdadeiros prejudicados com isso serão os consumidores brasileiros, que terão de pagar bem mais caro por modelos que vem do México.