Range Rover Evoque terá versão conversível em Genebra

A Land Rover divulgou hoje as primeiras imagens do Range Rover Evoque conversível, que chegará de início em versão conceitual.

As fotos da nova carroceria do SUV mais falado do momento foram reveladas antes de seu lançamento oficial, programado para o Salão de Genebra. Para a marca, o modelo vai “explorar o potencial de mercado para o primeiro SUV conversível premium do mundo”.

E essa “exploração” não deve durar muito, pois a decisão de produzir o modelo pode sair entre quatro a seis semanas após o evento. Se a luz verde for dada, o desenvolvimento poderia durar até dois anos, o que incluiria todos os testes necessários antes do lançamento em si.

O Range Rover Evoque conversível poderá ter tração em duas ou quatro rodas, com motores a gasolina e diesel iguais aos usados na linha atual. Seu único problema, porém, poderia ser o desvio de foco em relação ao Evoque original. Atualmente, a marca já tem 110.000 pedidos para o modelo, algo bem acima do esperado.

O teto usado no conceito é flexível e elétrico, ficando guardado num compartimento separado atrás dos bancos quando aberto. Por dentro, o modelo conta com toda a tecnologia das versões mais caras do Evoque, incluindo o sistema Terrain Response, câmeras, Park Assist e sistema de entretenimento com tela de 8 polegadas. As rodas são exclusivas dessa versão, com 21 polegadas.

Se for produzida, essa versão ficará entre 10% e 15% mais cara que as opções fechadas, o que resultaria num preço inicial de 83.000 reais na Europa.