Faróis de Xenon! Acabou a Brincadeira – Nova Lei Farol de Xenon

É incrível como as leis no Brasil vão em vêem, outra dia aqui mesmo escrevi que faróis de Xenon até 8000k eram permitidos, acima de 8000k só em veículos off-road, é a brincadeira acabou, acabou de começar claro.

O CONTRAN acabou tomando essa atitude vendo o aumento dos acidentes causados pelo uso do farol de Xenon, incrível que essa noticia não havia sido divulgada em lugar algum e ela já vai valer a partir de janeiro.

Vamos ao exemplo do meu irmão, ele colocou os faróis no fim de novembro e vai ter que tirar ou adaptar até em janeiro, menos de 2 meses, será que as oficinas estão preparadas para as alterações?

As alterações que deveram ser feitas no farol não são tão fáceis de adaptar, alias, nem se sabe se existem no Brasil produtos para que seja feita essa adaptação, vamos às modificações que deveram ser feitas para que o seu carro esteja dentro das leis para poder rodar com farol de Xenon.

É obrigatório o uso de algum sistema que regule o farol em desníveis, fazendo que a luz fique focada na pista e não tenha distorções, resumindo, tem que colocar uma “mola” pra que se passar em um buraco a luz não pegue nos olhos de outros motoristas, quem deveria arrumar os buracos e desníveis?

Além deste regulador, vai ser preciso colocar os adaptadores de lavagem de farol, lembra aquelas BMW que vinham antigamente com “limpa-farol”, é, o uso “daquela coisa” vai ser obrigatório e vai servir também para tirar toda a beleza do seu veiculo.

Resumindo, como as oficinas não têm recursos para fazer as adaptações quem instalou os faróis de Xenon após a compra do veiculo vai ter que retirar. Isso quer dizer também que veículos que vieram com Xenon de fabrica não ofuscam a visão dos outros.

Se desrespeitar a norma a multa vai ser de R$127 com retenção do veiculo, além de ser considerada infração grave.

Minhas considerações são que os faróis de Xenon são trazidos em sua maioria da China via contrabando, como sabemos o contrabando não arrecada imposto e o governo não lucra, quer mais algum motivo para que só os kits sejam banidos e os carros que trazem de série não?