Lavando o Carro!

Ah, como é bonito ver seu carro limpo e brilhando! Nada como lavar o carro após aqueles dias de chuva com muito barro na lataria. Mas, como fazer isto em casa sem danificar a pintura? Como evitar a danificação do motor por intermédio da sujeira? Este artigo é para: “Apaixonados por carro” como todo brasileiro (sic) e para “Lavadores oficiais do carro do papai!”

Procure lavá-lo e secá-lo na sombra, embaixo da garagem por exemplo. E sempre com o carro em temperatura ambiente, ou seja, sem que ele estivesse no sol boa parte do tempo ou após ter rodado. Esse cuidado evita que o sabão, na hora em que o carro está sendo ensaboado, seque e cause manchas na pintura do veículo. Mantenha o carro molhado enquanto está limpando, mas é claro, evitando o desperdício de água. Como diria… (hehe) “vamos por partes”:

Lave todo o carro apenas com água para retirar a poeira! Inicie a limpeza sempre pelo teto (molhe, ensaboe e enxágüe). Depois vá para as laterais, traseira e por último a frente do veículo. Mas por que isto? Lavar o carro de cima para baixo, evita que a sujeira de cima suje a parte do carro que você já tenha limpado. Nunca limpe o carro todo de uma vez só, pois, mesmo que você não tenha opções e tiver que lavar o carro ao sol, o problema com o sabão seco e a mancha que irá aparecer é menor.

Pois é, tava teclando sobre sabão, mas que sabão é usado para lavar o carro? Shampoo automotivo ou sabão neutro é o que deve ser usado! Mas muita gente usa aquilo o que tiver em casa, seja shampoo para cabelos, detergente, sabão em pó ou tudo aquilo que faça espuma! Saiba que estes últimos são abrasivos e da mesma maneira que o sol, causam manchas.

A limpeza de pneus e rodas deve ser feita com escova macia, pano ou com vaporeto. Não recomendo utilizar o “Pretinho Básico” (água com açúcar ou outros componentes). Utilize, se desejar, apenas produtos derivados de glicerina e jamais passe derivados de petróleo nos pneus ou demais compostos de borracha. Limpe bem o pneu, porque urina canina no sol pode feder!

Acabou a limpeza? Acabou nada, falta secar! Quando o carro estiver seco vai ficar mais brilhoso e evita manchas, éh, as danadas manchas! Não seque o carro com o mesmo pano usado na lavação, utilize um pano limpo, macio e que não solte cerdas (os malditos fiapos)!

Interior do veículo
Como dizia a vovó “não é só por fora que se limpa!”. Do que adianta ter o carro bonito por fora e dentro está aquela imundice! No primeiro instante, retire os tapetes e os jornais (todo mundo usa vai?). Utilize um aspirador (melhor se for portátil) para tirar a poeira, não se esqueça das partes internas da porta (depósito de panfleto) e do porta-luvas, e até mesmo a papelada de bala (se não utiliza lixo na marcha!).  A limpeza dos bancos pode ser feita com pano úmido ou vaporeto, depois limpe a parte que ninguém enxerga de fora e nem de dentro (só se a porta estiver aberta), que são as dobradiças e parte da lataria.
Já que você tirou os tapetes, porque não lavá-los para secarem até que você termine de limpar por dentro do carro? Sabão neutro e água ajudam!

Não utilize o chamado “Pretinho Básico” nem produtos com álcool, pois ressecam as peças de plástico e barrocha. Estes produtos só fazem do painel uma “colônia” de poeira! Utilize sempre um pano limpo e úmido, se quiser pode usar uma esponja com silicone líquido. Nunca se esqueça dos “cantinhos que ninguém vê”!

Para Vidros: sabão neutro e água servem, mas utilize os chamados “limpa vidros”. Não esfregue muito o vidro traseiro, para não danificar os filamentos do desembaciador. Secar com pano limpo, macio e sem cerdas.

Se a lataria estiver pichada ou com algo que não sai, use um pano com querosene e esfregue suavemente, depois limpe com água e sabão para retirar a querosene.

Lavagem do motor
O motor deve ser limpo ao menos uma vez por ano e requer cuidados. Recomendo levar em uma lavação, mas se você é do tipo “faço tudo em casa”: evite jogar água quando o motor ainda estiver quente, não use produtos químicos e derivados de petróleo (pelos mesmos motivos citados acima: resseca plástico e borracha, causando danos no motor e parte elétrica). Alguns carros possuem sensores e componentes eletrônicos, além dos engates da fiação entre outros, então nunca usar água sob pressão.

Estas dicas vão deixar seu carro com boa aparência e mais seguro (em relação ao motor), podendo assim levar sua(seu) parceira(o) sem constrangimentos e dizendo que você é organizado(a) e limpinho(a).