A mudança na relação entre vendedores e clientes

Procurar um carro novo para comprar é um processo que pode assustar muitas pessoas. As dificuldades começam na escolha do modelo ideal entre tantas opções, passam pela verificação da procedência do veículo e terminam na parte mais assustadora: a negociação.

Durante muito tempo criou-se a imagem de que vendedores de carros, em lojas ou concessionárias, só estavam ali para tirar dinheiro do cliente e enganá-lo de alguma forma. É claro que alguns realmente agiam assim, e isso fortaleceu a figura negativa do vendedor.

De uns tempos pra cá, porém, isso tem mudado. A possibilidade de comprar um carro pela internet, por exemplo, ajudou as pessoas a depender menos das informações passadas pelos vendedores. Além disso, o conhecimento sobre o mundo automotivo aumentou muito com o conteúdo de qualidade disponibilizado pelos meios especializados.

Com tudo isso em mente, será que ainda é preciso ter uma imagem negativa do vendedor de carros? E como os próprios vendedores podem atuar de uma forma diferente em sua relação com o cliente?

A difícil relação entre vendedor e cliente

O que sempre contribuiu para as dificuldades na relação entre vendedores e clientes? Muitos imaginam que é a própria atuação dos profissionais dessa área. Mas o que realmente está por trás disso é a pressão que eles sofrem por parte das concessionárias.

Vendedores de carros tem metas rígidas para bater, normalmente em base mensal, e elas nem sempre são realistas. Marcas com um portfólio limitado, por exemplo, tornam o trabalho do vendedor bem mais difícil do que aquele que trabalha com uma linha mais completa. Mesmo assim, os dois são cobrados da mesma forma.

O resultado disso é a velha pressão que os vendedores fazem sobre os clientes, enxergando a pessoa que entra em sua concessionária simplesmente como uma forma de ele (vendedor) bater suas metas e receber menos pressão do seu chefe. Com isso, o tratamento ao cliente deixa muito a desejar.

Mas será que existe alguma forma de mudar esse quadro? Sim, e essa mudança passa pela maneira como essa venda é feita.

Mudar a maneira de enxergar o cliente facilita o trabalho

Em vez de depender apenas da propaganda que a própria marca faz para atrair clientes, e ficar esperando sentado o dia inteiro, muitos vendedores passaram a ter uma atitude proativa. E isso tem feito o rendimento e as vendas subirem, enquanto a pressão diminui. Mas como eles tem feito isso?

A atuação de empresas que fazem a captação dos clientes e os levam até as concessionárias, como a Delta Cars, tem sido cada vez mais utilizada no ramo. Funciona assim: o cliente escolhe o seu veículo preferido (com pesquisa própria ou com a ajuda da Delta), recebe as principais ofertas com desconto e escolhe o modelo que quer comprar.

Do outro lado, esse processo também é muito importante para a própria concessionária e seus vendedores. Ao se associar com a Delta Cars, clientes realmente interessados em comprar um veículo novo serão direcionados para a concessionária. A revendedora não precisa se adequar a nenhum termo, mas apenas oferecer um serviço de qualidade para seus clientes. E o melhor, o pagamento só é feito quando o negócio for concluído. Ou seja, todos ganham.

Veja abaixo as principais vantagens que vendedores e concessionárias tem ao se associar à Delta Cars:

  • Aumento das vendas: clientes realmente interessados serão direcionados para os vendedores, com isso a chance de fechar a venda cresce consideravelmente.
  • Velocidade de atendimento: a Delta Cars inicia o processo e o vendedor só precisa finalizá-lo, além de poder fazer parte disso via e-mail e telefone.
  • Facilidade para atingir as metas: os vendedores dependerão menos da propaganda da marca e terão uma ajuda valiosa para encontrar potenciais compradores.
  • Custo zero e transparência: não existem taxas sobre negócios não fechados (para vendedores ou concessionárias) e a relação com a Delta Cars é sempre transparente.

Para fazer parte dessa rede de parceiros, basta fazer o cadastro no site da Delta Cars. Não existem mensalidades ou cobranças de qualquer tipo para fazer esse cadastro, e a concessionária continua vendendo nos seus próprios termos e preços.

Conclusão

A maneira como compramos um carro novo mudou, por isso a relação entre vendedores e clientes também precisa se atualizar. Aumentar as chances de venda, ter uma relação saudável com o cliente e sofrer bem menos com metas difíceis de cumprir se tornou possível para todos os vendedores e concessionárias.

Para alcançar tudo isso, basta usar toda a experiência da equipe da Delta Cars. Essa nova maneira de comprar veículos tem atraído cada vez mais clientes, além de vendedores e concessionárias, e isso tem gerado uma base de compradores que realmente movimentam o negócio.